7 de jul de 2007

Invernos 2008 = "A existência precede a essência."

Ser + tempo = existencialismo - Sartre

Após a tragédia do WTC volta e meia uso o "Existencialismo" para entender, decodificar , ou classificar as coleções e o movimentos das marcas em direção aos seus públicos alvos. Nestes 6 últimos anos, as coleções parecem envolvidas num constante resgate de referencias, que aportam tantos ambientes nostálgicos, que remetem ao pós-guerra ( anos 50/60, destacando o estilo europeu delicado, bem cuidado em acabamentos e detalhes), ao milagre econômico mundial ( anos 80 ou, mais precisamente, 75/85) , sobretudo o mercado de luxo que tem procurado retomar o Glamour ora Retro ora No Sense, todos os segmentos acompanhando e respeitando a atual profusão de estilos de vida.Talvez, também, pela maior disponibilidade de tempo e facilidade de pesquisa na web, acho que "todas" expressões de arte inspiram a moda. Pesquisar o cinema novo/ nouvelle vague/ Woody Allen; Pintura/ surrealismo ou Dadaísmo-Matisse/Dali/Dada.; Filosofia e literatura existencialista: Camus, Nelson Rodrigues, Françoise Sagan, Sartre e Pascal, bem como, outros movimentos artísticos e filosóficos com destaque o romantismo.

2008 perceberemos 1 estado anárquico com a chegada de nova geração de consumidores, entre instabilidade econômica sob constante perspectiva de fragilidade na paz mundial e explosão de noticias, com caráter violento, que amortecem o mundo, o futuro do planeta, nossas perspectivas de tendências coletivas infiltradas pela falta de perspectiva de estabilidade e projetos de longo prazo de cada indivíduo, e para nosso deleite Lobão esta de volta com divertido programa de debates ao vivo na mtv, confesso que o último me deixou confusa, são muitas opiniões divergentes rsrsrs e é assim, anuncia de uma certa forma, grande ruptura de segmentos e profusão de associações, não lógicas, que fecundam estilos passionais, na moda, às vezes não funcionais e, sobretudo, agitados. A crise estabelecida no mundo continuará, é claro!! Mas a moda contrariará a uniformização e responderá, como já vem respondendo, com ruínas de diversas referencias, que ambiciona uma nova estética, em direção a um consumidor, que se protege, se purifica e se reconstrói. Acredito no surgimento e pluriferação de novas marcas, que agirão localmente expressando conceitos que coincidem com anseios de massa e globais, utilizando chavões "anti" que, provavelmente, 2/3 anos depois maturadas pelo mercado de fato, encontrarão um caminho super original e criativo. 2008 ainda estaremos descobrindo pequenas experiências criativas bem pontuais. O e-commerce crescerá, com resultados positivos, muito bom para os novatos neste mercado! Ainda há tempo! Afinal a web cresce à "links" vistos ;))

A arte presente em todo elo da cadeia têxtil: fios fantasia, tecidos, beneficiamentos de tecidos, modelagens e tecnologia, destacam a humanização - hand made. O sonho, a loucura e a alucinação agregam e revertem as concepções do lógico, o surrealismo. Por fim, a moda continuará cumprindo com seu papel de investigar, associar, conciliar, assuntos, antes, antagônicos à moda. Interessante, também, será apresentações de imagens de marcas e coleções que destacarão o abandono com resultado plástico inovador, ora este abandono significará a casualidade de uma determinada situação, ora apenas o desolamento do isolamento e abandono de fato. Enfim, o abandono, o casual, o nu, o ser humano na condição de ser solitário. Continuam as boas surpresas criativas dos responsáveis pela estamparia, styling e fotografia. A estamparia com sobreposição de imagens, ou com patterns dentro de patterns, o styling que cria personagens que vão muito além do que a coleção propôe e a fotografia sempre é lindo ver estes trabalhos artísticos, capazes de congelar o tempo para sempre.

Voltando ao existencialismo e para facilitar a compreensão deste pensamento, encontramos três perfis principais de pensamento (consumo), mas sem esquecer que cada consumidor é único. Segue abaixo, cada perfil, contendo inicialmente 4 palavras que definem a diferença estrutural do pensamento de cada um:

Agnóstico: ( chance, comunista, relativista, ação) é um consumidor com pensamento pacifista, místico e que se identifica com todas as questões que abordam a “saúde” do futuro da humanidade, questões de caráter ecológico, social/econômico, etc. Todos os produtos que remeterem ao hand made ou que possuírem características de essenciais são bem aceitos, assim como aspecto de envelhecimento, autentico, natural, confortável e com coloração desgastada composta por pigmentos retirados da natureza, tecidos orgânicos, tricots com fios pesados e feitos à mão, etc. Estamparias étnicas, místicas, rupestres, às vezes naïf, florais minimalistas ou reprodução de florais gigantes de porcelana, manchados e sem contorno definido(abstratos). Contraste em texturas e presença dos patchworks, apliques e bordados. Música : Indie (1000 X mad world -Gary jules ). Resumindo , os agnósticos procuram acima de tudo "viver de bem com sua alma"- Foto roberta ridolfi

estilistas: jan taminiau, Steve J & Yoni, af vandevorst, ann demeulemeester (men gq style), bless, hermes, charles anastase, rick owens, viktor & rolf, vivienne westwood, gaultier, boudicca e bottega veneta, m+f girbaud, marni , moschino-cheapandchic entre outros

Religioso: (predeterminação, elitismo, moralismo, intenções) que tentará manter em meio à crise mundial ainda uma postura elitista, seguirá o que for determinado pelas marcas/estilistas, mesmo que as propostas sejam escapistas. Os produtos em composição elegante, nostálgica e às vezes provocante que exalta a sensualidade e o luxo superficial, rejeita o primitivismo, porém não os naturais. Neste verão se divertiram em percorrer o planeta de um horizonte ao outro, criando uma tendência étnica burguesa que misturava o moderno ao étnico. Enfim. os religiosos vivem voltados ao mundo material, superficial e externo, literalmente, entre o bem e o mal. As coleções de inverno nos envolverão em paraísos imaginários, ambiente delicado (impressionismo), equilibrado e luxuoso como um biscuit, flertam com a força da arte dos pintores espanhois , exemplo em desfile, coleção alta-costura, inverno 2007/08 de Christian Dior por John Galliano (video youtube ) . Para o mesmo grupo de consumo, a visão do inferno complementa ou ambiente decadente dos cabarets associado à diversão e luxúria (pecados).

estilistas: galliano, lagerfeld, valentino, lacroix, elie saab, todos na alta costura e cavalli,

Ateu: (livre arbítrio, anarquista, amoralista, resultados) forte identidade com comportamentos impulsivos adolescente, ou indivíduos que recem ingressaram na vida profissional, prontos para combater no Front, uniformes customizados criam um grande exército plural e antimassivo, pertencente a uma estrutura social não preocupada com referências territoriais, mas sim, em desenvolver valores físicos e mentais, buscando através de suas capacitações o reconhecimento social. e o tempo corre no projeto lumiere. Produtos obtidos com fusão de materiais com foco no utilitarismo e que utilizam tecnologia, onde tudo, se dobra, se desloca, se aproxima, se arruma e desaparece. Suas roupas remetem a proteção x combate, multifunção e conforto . Temas futurísticos, alusão à um novo cyberworld. Modelagem que hiper valorizam o corpo. Estampas com mensagens escritas ou ícones de consumo de massa, com apelo irônico/agressivo, geométricos gigantes e composições digitais. Efeitos e tecidos metalizados. Preto + preto + preto e cores sintéticas - illustrações de Contextual Villains.

estilistas :Jeroen van Tuyl Men, louis vuitton, spijkers & spijkers, bruno pieters, gianbasttista valli (via fashion FM), hussein chalayan, issey miyake, jean charles de castelbajac, jeremy scott, robert normand, stella mccartney, tsumori chisato, ungaro, wunderkind, Dries van Noten, catherine malandrino, pucci, etro, givenchy, gucci, helmut lang , iceberg, es via sofemine,

visitar link com imagens e tendencias: cosmoworlds com tema retro future e depois post especial heimtextil e links com fotos dos desfiles: modamour, iconique, style.com, showcoverage.vogue., nymag, glamour, gq style (coleção inverno homem), elle.de, fashion FM, sofeminine .Blogs com desfiles: novo aboutf agora versão worpress ;)) também em portugues hypercool e fashionprofile.uol.com.br e blogs internacionais frillr, glam.com/blogs , blogs.gettyimages, sassybella + videos em weshow, clickandvideo, frillr e portal fashionmodeldirectory,

Nenhum comentário: